O Facilitador - Análise de Karim Benzema na LaLiga 2019/20

Artilheiro e líder de assistências do time na campanha do título, o francês é o grande suporte do jogo ofensivo do Real Madrid de Zidane

Foto: Inews

Pego emprestado essa definição de Paulo Calçade, comentarista da ESPN, nesta análise sobre Benzema, pois a considero como a mais apropriada para o que é o atacante francês, para como joga o camisa 9 do campeão da LaLiga. Um dos jogadores mais utilizados por Zidane na competição, jogou 37 das 38 partidas (36 de titular), Benzema fez uma de suas melhores temporadas da carreira. Ponto central da funcionalidade do estilo equilibrado, técnico e bastante apoiado de jogo merengue, o atacante desfilou modernidade ao ser mais que um centroavante goleador, de último toque, pois soube e sabe fazer uso de sua grande qualidade técnica para participar da maior parte das etapas de construção ofensiva da equipe. Pode se dizer que é mais um dos "camisas 10 que vestem a 9".

STATS NA TEMPORADA

Fonte: SofaScore















ANÁLISE TÁTICA
  • Posicionamentos no sistema
Se por um lado Zidane fez questão de repetir Benzema na escalação titular durante a temporada, por outro o treinador francês procurou rodar bastante o elenco madridista, assim como o sistema. O Real flutuou sobre o 4-3-3, 4-4-2 e o 4-5-1 com o posicionamento de Benzema mudando levemente, conforme o time mudava de sistema. Ainda assim, o atacante atuou na maioria das vezes, de forma inicial, centralizado no ataque.

Nesse contexto, o time da capital espanhola apresentou algumas dessas variações de plataforma dentro das partidas. Como já discutido na análise tática sobre o Real Madrid de Zidane aqui no site, os merengues costumam apresentar tais variações à medida que mudam a altura e a estratégia de marcação, bem como no momento em que detém a posse.

Observe a imagem:



Em bloco médio, Benzema é o único jogador mais avançado no 4-1-4-1 montado pelo Real Madrid para encurtar os espaços entrelinhas e pressionar com superioridade.


Em bloco alto, para pressionar a saída de bola do adversário, é habitual que um dos meias avance para ajudar Benzema na linha de ataque. Na imagem acima, é o alemão Toni Kroos quem sobe para formar a 1ª linha de marcação no 4-2 (4-4-2), de modo que Casemiro entra na linha de meio para compôr a linha de 4 nesse setor. Com isso, o time fecha as opções de passe do adversário pelo lados lados e pressiona o portador com Benzema ou Kroos.

Com bola, o 4-3-3 inicial se faz presente.


Novamente, Benzema inicia centralizado. Mas como veremos mais à frente, ele sai desse posicionamento mais avançado para servir como apoio aos meio campistas e aos laterais que sobem até a linha de meio no momento ofensivo (4-3-3, que vira um 2-5-3).

  • Como Benzema "facilita" o jogo do Real?
Servindo como apoio.

Essa é a resposta e a base para a definição do atacante como um facilitador. Benzema se movimenta muito, sai constantemente da referência para buscar o jogo, participar da construção ofensiva, criar espaços e atuar na armação das jogadas de ataque do Real Madrid.

Veja o vídeo:


Veja como ele se desloca em direção ao setor onde está a bola, se aproxima e participa da troca de passes. Com mais uma opção, cria-se mais linhas de passe, gera-se superioridade em relação ao adversário, que passa a ter mais dificuldade na marcação. Se não fosse o erro técnico no final, o passe colocaria Mendy em ótimas condições de realizar uma jogada de linha de fundo ou um cruzamento antecipado.


Mais uma vez, agora do outro lado, Benzema sai da referência para ser esse apoio no setor da bola. Por extensão, sempre que o francês recua, um dos meias do Madrid avançam para ocupar o seu espaço para que o time não perca profundidade. Na imagem acima, é o Modric quem aparece na posição de "9" momentâneamente. Essas compensações fazem parte da circulação de bola da equipe de Zinedine Zidane, que procura sempre controlar os espaços de forma equilibrada.

Por conseguinte, esse trabalho de Benzema facilita demais a manutenção da posse de bola do Real, bem como a criação e aproveitamentos dos espaços em todos os momentos do ataque, seja posicional, direto ou em transição.

Veja o vídeo:


Nesse lance é possível observar com nitidez a importância e a influência direta que o francês exerce no setor ofensivo do time da capital. Em momento de transição, ele possui capacidade de fazer um pivô de excelência, abrir espaço para que os pontas ataquem os espaços e recebam a bola em profundidade. Pouquíssimo centroavantes no futebol mundial tem essa leitura de posicionamento, uso do corpo e qualidade de drible e, sobretudo, de passe para armar jogadas de ataque.

Não à toa, ele é o jogador que mais criou grandes chances do Real Madrid no campeonato, sendo o 3º no geral. Entre os atacantes, é o 2º com mais passes decisivos por jogo na LaLiga, só atrás de Lucas Pérez.


Benzema é um camisa 9 moderno. Completo. Só um jogador desempenha tais funções com tanta excelência: Firmino. Contudo, Firmino é ainda mais armador que Benzema, mas, em contrapartida, é menos goleador. Mas ambos são centroavantes que conseguem participar mais efetivamente dos processos de construção ofensiva de suas equipes.

Circulam por uma faixa muito grande de campo.


Mapa de calor de Benzema na LaLiga 2019/20


Obviamente, também há riscos dessa forma de jogar.


O erro nessa zona média é quase sempre é fatal, pois o adversário pega o time no desarrumado em um momento de contra-ataque, visto que os jogadores se preparavam para começar a construção do ataque.
Ainda assim, ficou muito claro ao longo da competição que os bônus são muito maiores que os ônus. A eficiência de Benzema é soberana.

  • Benzema "vive de gol"
Mesmo que Benzema faça mais que um centroavante comum faria, muitos diriam "centroavante vive de gol". E, de uma maneira geral, é verdade. E nisso, o camisa 9 também está longe de decepcionar. Na LaLiga, foi o vice artilheiro com 21 gols, ficando atrás somente de Lionel Messi (25), que convenhamos não é nenhum demérito Contando todas as competições, o francês soma 27 tentos em 51 jogos. Média de 0,53 gols por jogo. 1 gol a cada 2 partidas.
 
Dito isso, a aptidão para marcar muitos gols também se faz muito presente no jogo do atacante madridista. Veja os vídeos abaixo:

Vídeo 1:


Vídeo 2:


Um gol de oportunismo e outro de pura qualidade técnica e precisão de finalização. Dois gols de centroavante. No segundo, Benzema apresente a leitura para se posicionar no grande espaço na zona média e servir como apoio, vê a jogada ser invertida e se aproxima novamente do portador para receber o passe e deslanchar toda sua qualidade para marcar o golaço. 

Fica nítido, portanto, que Benzema deixa a desejar em pouquíssimas coisas no que se refere ao seu jogo. Não é forte, contudo, no jogo áereo, mas domina o fundamento para quando é preciso usá-lo. Há quem diga que desperdiça muitas chances, o que também tem sua parcela de verdade, já que ele é o 2º em grandes chances perdidas na LaLiga. Ainda assim, o balanço de Benzema é consideravelmente positivo.

É o jogador que facilita o jogo de todo mundo que joga ao seu lado, assim como o de si mesmo.

Comentários

Postar um comentário